The Rolling Stones: tributo Zenith

06/01/2016 Comentar
Zenith Rolling Stones

Os ‘Dinossauros do Rock’ mantêm toda a sua fama e todo o seu fascínio — e aparentemente tinham razão quando cantavam «Time is on my side», porque parecem mesmo eternos. Nessa perspetiva, a associação a uma marca relojoeira secular como a Zenith faz sentido, já que a histórica manufatura de Le Locle é simultaneamente tradicional e revolucionária, como o provou com o calibre El Primero em 1969 — ano simbólico de transição para os Rolling Stones com edição do álbum Let It Bleed, do qual destacamos três temas.


«You can’t always get what you want»
Qualquer edição limitada é exclusiva — pelo que qualquer interessado terá de se apressar para conseguir um dos 1000 exemplares do El Primero Chronomaster 1969 Tribute to The Rolling Stones. Ao contrário do Zenith El Primero Limited Edition The Rolling Stones de 2014, limitado a 250 exemplares, o segundo modelo de homenagem não tem o famoso logo no mostrador. O logo encontra-se agora no fundo transparente em vidro de safira e numa discreta gravação em baixo relevo na correia, que também tem gravada a imagem da bandeira britânica.

«Midnight rambler»
A cor dominante é o preto — que é, afinal, a cor do rock ‘n’ roll, tal como a meia-noite é a hora dos roqueiros. A caixa de titânio apresenta um diâmetro de 45 mm e é escurecida através do processo DLC (Diamon-Like Carbon).

«Gimme Shelter»
O relógio abriga o movimento cronográfico 4061, que pode ser entrevisto a partir da abertura no mostrador caraterística em vários modelos El Primero ao longo da última década e meia. Trata-se de um calibre de ritmo rock ‘n’ roll, com a sua elevada cadência de 36.000 alternâncias/hora, e alberga alguns elementos em silício para melhorar a durabilidade e a precisão.

Descubra mais informação e imagens no site da Espiral do Tempo.