Rolex Cellini Dual Time: a dimensão clássica

11/01/2016 Comentar
DN_Rolex

Sobretudo conhecida pelo inconfundível perfil dos seus modelos assentes na caixa Oyster, a Rolex renovou recentemente a sua mais discreta linha Cellini — a linha elegante batizada em honra do músico e escultor renascentista Benvenuto Cellini. Dos três diferentes modelos com 12 possíveis variantes, destaca-se o Cellini Dual Time em ouro rosa: trata-se de um relógio que transporta todo o carisma e qualidade da marca genebrina para uma dimensão mais tradicional.

Everose: um ouro especial
Os modelos Cellini estão disponíveis exclusivamente em ouro, e as caixas de 39 milímetros são concebidas na própria fundição da Rolex (Everose é a liga específica da Rolex). A ligação aos típicos elementos identificativos da marca é maior do que se pode constatar à primeira vista: parte da luneta apresenta uma variante mais suave do famoso canelado utilizado em muitos modelos Oyster.

Mostrador ‘Glorioso’
O Cellini Dual time em Everose apresenta um contraste mais vincado entre a caixa e as indicações (ponteiros, aplicações) em ouro rosa e o mostrador prateado — e decorado com um guilloché raiado, cujo vincado padrão é apelidado Rayon Flambé de la Gloire e proporciona excelentes jogos de luz e sombra.

Cronómetro certificado
Como a esmagadora maioria dos movimentos da Rolex, o calibre automático do Cellini Dual Time tem a certificação de cronómetro atribuída pelo COSC. A adição do módulo de segundo fuso horário reflete-se num submostrador que é acompanhado da indicação dia/noite numa pequena janela.

Descubra mais informações e imagens do Rolex Cellini Dual Time no site da Espiral do Tempo.