Master Grande Tradition Grande Complication: melodia celestial

14/01/2016 Comentar
DN_MGT_©EspiraldoTempo

A Jaeger-LeCoultre é não só uma das mais nobres manufaturas relojoeiras suíças como também uma das mais competentes, dominando todas as vertentes daquela que é considerada a 12.ª arte. E tem por hábito desvelar anualmente um lote restrito de obras-primas que traduzem fielmente a visão da Grande Maison sobre a alta-relojoaria; uma das mais recentes é o Master Grande Tradition Grande Complication, que junta uma disposição sideral do tempo a duas complicações relojoeiras de excelência feitas para seduzir o ouvido e o olhar: a repetição de minutos e o turbilhão.

A linha Master Grande Tradition foi concebida para celebrar o domínio superlativo da arte relojoeira por parte da Jaeger-LeCoultre e interpretar o melhor da era dourada dos relógios de bolso em versões para o pulso excecionais que sejam exemplificativas da complexidade da alta-relojoaria. Com duas nuances: por um lado, a ideia é conjugar duas complicações típicas da relojoaria clássica segundo elevados padrões decorativos; por outro lado, os mecanismos por baixo de tão clássica aparência apresentam soluções de vanguarda e incluem materiais de ponta (cerâmica, titânio de grau 5, silício, soldadura a laser, depósito por evaporação no vácuo e polimento plasma). No Master Grande Tradition Grande Complication, esse binómio surge exacerbado — o turbilhão e a repetição de minutos inserem-se num visual dominado pelo mapa celestial miniaturizado no mostrador.

Caixa de ressonância
A repetição de minutos proporciona a indicação acústica das horas, dos quartos de hora e dos minutos a pedido — sendo acionada pela alavanca inserida numa calha localizada no flanco esquerdo da caixa em ouro rosa, que é imponente, mas não excessivamente grande, com 45 mm de diâmetro para 15,8 mm de espessura e uma impermeabilidade de 50 metros.

Dois gongos para três sons
Os dois gongos de cristal proporcionam três sonoridades diferentes: o primeiro gongo faz soar as horas num timbre, os dois gongos combinam-se para dar os quartos de hora e o segundo gongo anuncia os minutos noutro timbre. A arquitetura específica dos martelos e a sua ação sobre os gongos ‘catedral’ de cristal proporcionam uma sonoridade única típica da Jaeger-LeCoultre, manufatura historicamente especializada em complicações acústicas.

Constelação mecânica
O Calibre 945 de corda manual é constituído por 527 componentes individuais e funciona a uma frequência de 28.800 alternâncias/hora, com uma reserva de marcha de 40 minutos. O sistema de construção possibilita que 80% da potência gerada seja canalizada para ativar o mecanismo, contra uma média de 10 a 30% noutras repetições de minutos.

Mais informação e imagens no site da Espiral do Tempo.