SIHH 2016/ A.Lange & Söhne com quarteto fantástico

26/01/2016 Comentar
DN_Lange©EspiraldoTempo

Mais uma vez, a Lange & Söhne voltou a impressionar a crítica e os aficionados com uma série de novos modelos de respeito – e entre as novidades desveladas no Salon International de la Haute Horlogerie 2016 destacamos quatro relógios em particular: o Datograph Perpetual Tourbillon, o Richard Lange Jumping Seconds, o Grand Lange 1 Moon Phase ‘Lumen’ e o Saxonia Moon Phase. Um fantástico quarteto de instrumentos do tempo que sobressai num total de 34 novas referências no catálogo da manufatura germânica.

 

É fácil ficar-se a saber qual a vedeta entre os novos relógios apresentados anualmente pela Lange & Söhne no Salon International de la Haute Horlogerie: basta olhar para o respetivo stand e ver a réplica gigante localizada logo à entrada. Este ano, o gigantesco relógio apresentava a familiar silhueta do Datograph mas com um mostrador mais preenchido que nem mostrava a extensão da sua complexidade mecânica – porque o Datograph Perpetual Tourbillon não apresenta o turbilhão no mostrador, reserva-o para quem pode vê-lo no fundo… ou seja, o dono do relógio e a quem ele escolher mostrar aquela que é considerada a mais nobre das complicações relojoeiras.

O Datograph Perpetual Tourbillon, devido à sua complexidade e também ao facto de o nome ‘Datograph’ ser extremamente respeitado no universo relojoeiro, concitou as atenções gerais – mas houve três outros modelos novos que concitaram as nossas atenções particulares: o Richard Lange Jumping Seconds, com o seu mostrador regulador particularmente elogiado pela imprensa internacional; o Grand Lange 1 Moon Phase ‘Lumen’, uma versão limitada do Grand Lange 1 Moon Phase com um estilo contemporâneo já visto em versões anteriores do Zeitwerk e do Grand Lange 1; e o Saxonia Moon Phase, com um disco lunar a sobressair no mostrador tradicionalmente depurado da linha Saxonia. Há ainda a registar a nova versão do Lange 1 em ouro branco (na sequência da actualização do ícone da marca em 2015) e o Saxonia Thin, o modelo mais fino – 5,9mm de espessura – jamais lançado pela histórica manufatura de Glashütte, mas vamos escalpelizar sobretudo as valências do referido quarteto.

Descubra, no site da Espiral do Tempo, as novidades da A.LAnge & Söhne apresentadas no SIHH 2016.