Freelancer Piper Pilot: Tributo especial

31/10/2016 Comentar
dn_freelancer_piper_pilot

A Raymond Weil tem construído a sua reputação e o seu catálogo à volta de uma paixão transversal à família do fundador — a música, omnipresente na nomenclatura das coleções e na inspiração de edições limitadas. Mas Raymond Weil tinha também licença de piloto e gostava de voar no seu Piper Dakota; em homenagem à ‘outra’ paixão do seu avô, Elie Bernheim — atual CEO —, idealizou o primeiro relógio de aviador da marca numa surpreendente colaboração com a Piper Aircraft Inc.

Combinações perfeitas

Os relógios de piloto sempre representaram uma categoria significante na indústria relojoeira suíça de conotação militar e desportiva, mas o Freelancer Piper Pilot consegue ser original: associa a função de cronógrafo a um segundo fuso horário e junta a escala taquimétrica na luneta à escala de 24 horas no perímetro do mostrador. A motorização é fornecida por um calibre cronográfico automático com 46 horas de reserva de corda.

Simbologia aeronáutica

Assente numa imponente caixa com 45 mm de diâmetro tornada mais leve com o recurso ao titânio, o Piper Pilot assume códigos estéticos da linha Freelancer complementados com pormenores evocativos da aviação: tanto os ponteiros das horas e dos minutos como o design do rotor replicam a hélice dos aeroplanos, e o submostrador dos pequenos segundos inspira-se nos indicadores de altitude. A correia em couro preto perfurado complementa o visual.

Edição limitada

A tiragem do Freelancer Piper Pilot está confinada a 1500 exemplares, que se fazem acompanhar de um estojo personalizado que inclui a miniatura de um aeroplano Piper Dakota. Um belo tributo a Raymond Weil dois anos depois da sua morte e 40 anos após a fundação da marca, que mantém a sua independência e permanece na posse da família.

Descubra mais informações e imagens no site da Espiral do Tempo